Suporte técnico

0800 704 0606

Suporte técnico

0800 704 0606

Equipe participa com três duplas do maior rally de regularidade da América Latina

A 33ª edição do Cerapió está sendo realizada de 27 a 31 de janeiro e reúne motos, carros 4×4, quadriciclos, UTVs e bikes no evento off-road que é considerado o maior rally de regularidade da América Latina. Em um ano a competição parte do Ceará rumo ao Piauí (Cerapió) e no ano seguinte faz o trajeto inverso (Piocerá). A GS Racing está participando com três duplas de competidores entre os carros 4×4, duas na categoria Master e uma na Graduado. Depois de dois dias de provas, o piloto Renato Ferreira Martins e o navegador Gustavo Schmidt, o Guga, são os líderes da Master. No total, a modalidade de carros conta com 40 duplas divididas em quatro categorias: Master, Graduado, Turismo e Junior.

De Fortaleza a Sobral

A largada oficial para a competição foi realizada na terça-feira, dia 28, quando os carros saíram de Fortaleza (CE) e chegaram em Sobral, ainda no Ceará. No total, foram 358 quilômetros percorridos. No primeiro dia de prova Renato e Guga ficaram em quarto lugar, mas com a soma de pontos das três etapas cumpridas no percurso já figuravam na segunda colocação na classificação geral. A outra dupla da GS Racing na Master, o piloto Fernando Lage e o navegador Jhonatan Ardigo, ficaram em sexto lugar no dia, mesma colocação que conquistaram no acumulado.

Já pela Graduado o piloto Marcelo Previdelli e o navegador Rafael Pinto foram os primeiros colocados na prova e na pontuação geral do acumulado ficaram com o quarto lugar. A dupla ficou apenas um ponto atrás dos três primeiros colocados que empataram na pontuação geral. “A prova do Cerapió é muito diferente do que a gente está acostumado a andar porque ela tem muitos balaios virtuais e a região deles aqui tem muitas carnaúbas, então o trajeto todo fica com as entradas muito iguais e temos que estar com o metro certinho para não errar. É uma prova dinâmica, rápida e com muitos balaios. A competição também é cansativa, acordamos cedo e chegamos muito tarde todos os dias, mas a região é linda e passamos por lugares muito legais. Cada dia muda muito o terreno. No início passamos por uma parte com dunas e areia e nos dias seguintes começa um terreno mais cascalhado”, detalha Rafael.

Chegando no Piauí

Na quarta-feira, dia 29, os competidores partiram rumo à cidade de Pedro II, chegando no Estado do Piauí e percorrendo um total de 282 quilômetros. Ao final do trajeto a GS Racing comemorou uma dobradinha no topo da classificação geral da categoria Master. Renato e Guga foram os melhores do dia e assumiram a liderança do Cerapió. Já Fernando e Jhonatan ficaram com o segundo lugar e passaram para a terceira colocação na classificação geral da categoria.

Anterior
Próxima